Ir para o conteúdo. Ir para a navegação
Agenda Fórum Chat Mapa do Portal Fale Conosco Busca
 
Usuários ou organizações
Ainda não é cadastrado?
Esqueceu sua senha?
Catálogo Social da Bahia
 
Galeria de Fotos
 
Atividades de Extensão
 
Pesquisas
 
Biblioteca
 
Glossário
 
Modelos de Documentos
 
Mapoteca CIAGS
 
Legislação
 
Sites Relacionados
 
Utilidade Pública
 
Rádio Social
 
Sala de Imprensa
 
Informe seu e-mail
HTML Texto
Que tipo de informação você considera mais importante ao visitar o site?
Agência CIAGS de Notícias (sobre o CIAGS)
Agenda de Eventos
Clipping (notícias sobre gestão social)
Publicações Recomendadas
Vídeos
 
 
Ações do documento

Apresentação

As últimas três décadas mostram a sociedade civil da América Latina e do Caribe desempenhando distintos papéis, ao tempo em que sua imagem, sua identidade e suas relações com outros setores sofreram importantes mudanças. As organizações do terceiro setor e da sociedade civil e da sociedade civil na região enfrentam processos complexos de redefinição de seus papéis.

Durante anos lutaram para recuperar a democracia e, hoje, devem influenciar na qualidade dos sistemas políticos e na promoção de maior participação e inclusão social em sociedades multiculturais. Há anos promovendo a justiça social e o desenvolvimento sustentável, hoje devem fazê-lo em economias mais globalizadas, em um contexto político internacional muito diferente e em contextos nacionais ainda repletos de centralismo, ineficiência e exclusão; durante anos se consideravam as organizações da sociedade civil como guardiãs pelos e legítimos para controle do Estado e do mercado, mas hoje se exige delas maior prestação de contas de suas ações e atividades. Diante desse cenário, passa-se "do protesto à proposta" e se estabelecem alianças estratégicas com entidades públicas, com comunidades diversas e com poderosos atores transnacionais. Qual é a avaliação que se faz desse processo? Que papéis têm assumido as organizações da sociedade civil Como podem as organizações da sociedade civil demonstrar sua legitimidade e como devem prestar contas à sociedade?

Estas são algumas perguntas que orientam a VI Conferência da Rede Regional América Latina e Caribe da International Society for Third Sector Research (ISTR). A ISTR é uma sociedade internacional fundada em 1992 cuja missão é promover a pesquisa no campo do terceiro setor, filantropia e sociedade civil. Esta instituição organiza uma conferência internacional bianual desde 1992, realizada na Hungria, México, Suíça, Irlanda, África do Sul, Canadá e Tailândia. As redes regionais da ISTR (Ásia-Pacífico, Europa, América Latina e Caribe, África) também realizam conferências específicas para suas respectivas regiões.

A rede regional América Latina e Caribe convoca para a sua sexta conferência, que ocorrerá em Salvador, Bahia, Brasil, em novembro de 2007, através da parceria com o Centro Interdisciplinar de Desenvolvimento e Gestão Social da Universidade Federal da Bahia (CIAGS/UFBA), na Escola de Administração. As conferências regionais anteriores foram realizadas no Rio de Janeiro/Brasil (1998), Santiago/Chile (1999), Buenos Aires/Argentina (2001), San José/Costa Rica (2003) e Lima/Peru (2005).

por Rodrigo Maurício última modificação 11/09/2007 12:05
 

2003-2005 © CIAGS/UFBA. Todos os direitos reservados. Autorizada a publicação do conteúdo
deste site em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, desde que citada a fonte.

Este site foi feito usando a Linguagem de Programação Python.      Este site foi feito usando o Servidor de Aplicações Zope.      Este site foi feito usando o Sistema de Gerenciamento de Conteúdo Plone.      Não às patentes de software!